Buscadores em primeiro lugar I

Começando a divulgação de web sites.

Por David Yanover


Publicado em: 13/6/06
Valorize este artigo:
Mais de 90% das visitas de uma página Web provém dos motores de busca. Desta cifra, Google é responsável por 80% do tráfico, enquanto que o resto é repartido entre Yahoo, MSN, Altavista, e outros buscadores. Portanto aparecer nas primeiras posições para determinadas palavras ou frases é, sem dúvida, uma benéfica fonte para promover serviços, produtos, ou simplesmente difundir informação. Muitas empresas, pequenas, médias, e grandes, estão realizando otimizações com o objetivo de aumentar as vendas investindo uma quantidade de dinheiro que rapidamente é recuperada, e para o cibernauta que vem de um buscador está visitando um site que responde a suas necessidades.

Para conhecer profundamente a importância desta ferramenta de marketing conversamos com Bruce Clay e Phil Craven, ambos especialistas reconhecidos internacionalmente por seus trabalhos de otimização. Com cada um falamos a respeito de seus começos, o benéfico que é aparecer nos primeiros lugares na lista de uma busca, as táticas e os erros mais comuns, e ao mesmo tempo discutimos sobre a ética das estratégias empregadas hoje em dia para alcançar as posições mais altas.

Antes de prosseguir vamos definir a palavra SEO, que veremos citada permanentemente no informe. A mesma se refere a Search Engine Optimization, o que traduzido ao nosso idioma significa otimização para os motores de busca. Portanto se chama SEO à pessoa encarregada do posicionamento de um web site nos buscadores.

Então, a primeira pergunta que fizemos a cada um dos experts tinha a ver com seus começos, como aprenderam o que sabem, e quais são os objetivos de seus web sites. Phil Craven nos contava "comecei a aprender sobre a otimização para os motores de busca há aproximadamente 7 anos atrás, quando enviei meu primeiro web site ao Altavista. Durante o processo de registro encontrei uma publicidade de WebPosition Gold, então baixei a versão de prova. O programa me mostrou que os rankings podiam ser manipulados se fosse feito apropriadamente.

Naqueles dias, Altavista indexava as novas páginas de 2 a 4 horas, e rapidamente comprovei que não aparecia posicionado em nenhum lugar para certos termos de busca. Então, utilizei WebPosition Gold para me ajudar a criar umas poucas páginas para essas palavras, e poucas horas depois, tinha o ranking #1 para todas elas. Assim foi como comecei na otimização para os motores de busca. Desde então, se converteu em um negócio de tempo completo e estou recebendo mais consultas de clientes potenciais das que na verdade posso manejar.

Tenho uma atitude sobre SEO na qual muitas pessoas não se interessam. Minha atitude é fazer o que for necessário ara conseguir top rankings. Prefiro fazê-lo de forma que os motores de busca estejam contentes, mas se fizer assim e eles ainda não me derem as melhores posições, então estou perfeitamente tranqüilo fazendo de forma que os bucadores não estejam de acordo. Vejo como um negócio, e a maneira como os motores vêem as coisas não me diz respeito.

Meu web site, WebWorkshop, começou alguns anos mais tarde explicando tudo sobre o PageRank. Desde então, cresceu lentamente, mas agora provem informação de otimização tanto para profissionais SEO como para principiantes. Existe muita informação SEO ruim na Web, sempre colocada por gente que não conhece nada melhor, por isso eu trato de lançar informações mais realistas".

Bruce Clay, por outro lado respondia, "em 1995 estava buscando outra oportunidade diferente - algo "onde estiver a ação" -, e Internet cobriu meus objetivos. Definitivamente ia crescer, tinha o potencial para ser um grande equalizador, que permitisse aos pequenos competir com as corporações maiores. Foi como a "febre do ouro". Claro que as únicas pessoas que fizeram dinheiro realmente naqueles dias foram os que lhes vendiam provisões aos mineiros. E por isso escolhi este caminho, prover os serviços que necessitam aqueles que querem reivindicar as riquezas da Internet. Decidi que era um nicho técnico razoável que poderia ser divertido e desafiante, e que teria suficientes atitudes de marketing para ser um mercado competitivo. SEO é o último jogo de mesa, salvo o tabuleiro, este é muito grande e constantemente mutável… tobogãs e escadas vêm à mente, mas é maior, com milhões de jogadores.

Realmente não havia treinadores ao princípio. Muitos poucos web sites tinham sido criados, mas eram irregulares, e a informação neles era suspeitosa. O melhor web site era SearchEngineWatch, e com isso e com todo o tempo de pesquisa fui trabalhar, aprendendo no laboratório como trabalham os motores de busca. Na verdade, decidi que meu site ajudasse a educar ao invés de vender, e estou muito satisfeito com esta estratégia. Não tinha visto nunca HTML, e realmente não tinha nenhum conhecimento (como qualquer outra pessoa), mas corria com vantagem… era um dos pioneiros. Tinha um diploma em ciência da matemática e da computação e um MBA (Master of Business Administration), estive a cargo de quatro companhias anteriormente, e tinha temo e ambição".

Realmente é interessante como Phil Craven e Bruce Clay iniciaram suas carreiras neste campo, e efetivamente não há outra fonte de informação para se converter em SEO que a própria Internet. Ser um SEO requer paciência e muita paixão pelo tema, devido ao fato de ser uma aprendizagem constante.





Comentários do artigo
Foram enviados 6 comentários ao artigo
6 comentários não revisados
0 comentários revisados

Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato