Personalizar parâmetros - Usar links no lugar de combos.

Como oferecer ao usuário ferramentas que são fáceis de usar - Usar links ao invés de combos ao selecionar parâmetros de uma busca ou apresentação.

Por César Martín


Publicado em: 08/11/06
Valorize este artigo:
Resumo:
  • Na hora de oferecer parâmetros para organizar ou personalizar a informação dentro de uma página, é melhor utilizar links ao invés de combos.
  • Neste artigo veremos os passos tomados na hora de desenhar esta ferramenta.
  • Como "vender" esta solução ao cliente.
1. A encomenda.
O cliente (uma entidade financeira) apresentava a seus clientes via web o estado de suas contas. Esta informação pode ser organizada usando uns filtros (data, moeda e formato da informação).

O cliente tinha desenvolvido um protótipo que requeria alguns retoques.

A encomenda só requeria uma melhora estética e isso foi o que se fez em um primeiro passo.

Parâmetros complexo
Clicar para ampliar

Apesar de identificar alguns problemas de usabilidade, esta versão se apresentou como solução à encomenda do cliente. Um primeiro passo para ganhar a confiança do cliente é resolver o problema que pede sem enrolar nada.

O problema de usar os combos é que "gritam" trabalho. Os combos não são uma boa solução, são um problema.


2. Simplificando a ferramenta.
Como alternativa se apresentou este desenho onde se esconde a opção de "Time Frame" sob "more options" oferecendo uma ferramenta de aspecto mais amigável.

Parâmetros simples
Clicar para ampliar


Apesar de a oferecer um aspecto mais amigável, ao ter todas as opções como um "conjunto", se transmite a sensação de "muito trabalho". No caso de querer mudar somente a moeda parece que você terá que trabalhar com todos os parâmetros.

Por outro lado, a seleção do formato com "check box" e ícones não me parecia muito clara.


3. A alternativa.
A alternativa que se apresentou oferece ao usuário os parâmetros em forma de links.

Parâmetros com link
Clicar para ampliar


Ao invés de oferecer o parâmetro do tempo como um combo onde se seleciona o mês e ano, se oferecem os parâmetros de tempo mais comuns e as moedas, e o formato apresenta-se desdobrado.

Tudo claro, tudo à vista e deixamos o botão de "more options" para aqueles usuários que necessitem especificar um "time frame" específico. Este botão de "more options" abre uma janela com os combos de "time frame" e o botão de "aceitar parâmetros".

Os links oferecem uma apresentação menos trabalhosa de cara ao usuário e mais fácil de usar (cada parâmetro se observa com um clique).

Esta versão pode criar uma sensação preocupante pelo número de elementos selects, porém a facilidade de uso e agilidade são vantajosas.

Outro comentário que este desenho pode apresentar é que cada parâmetro necessita um clique o qual pode resultar em um incremento no número de petições no servidor.



4. Como "vender" esta solução ao cliente.
Desenhos centrados no usuário podem ser menos explosivos do que desenhos "irados" e com isso, algo mais difíceis de usar. Para isso, existem as seguintes ferramentas.
  • Demonstrar que também pode ser feito desenhos "irados". Se o cliente não vir a sua idéia na versão "irada", pode ser que nunca chague a comprar a idéia "usável".

  • Documentar a solução com exemplos em sites do ambiente. (Neste caso, Yahoo! Finance, serviu de modelo a seguir).

  • Construir um protótipo e deixar que o cliente o prove. Criar protótipos consume muito tempo e esforços, porém é parte do processo. Se existe a motivação e capacidade, é um extra que ajudará que o desenvolvimento chegue a bom porto.

  • Apresentar um teste de usuários (se for possível). No processo de desenho nem sempre é possível provar tudo, mas talvez, um teste informal possa servir de orientação.






Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato