Design gráfico

Uma aproximação ao design gráfico em geral, com uma descrição dos elementos que compõem habitualmente um desenho e as características principais que podemos encontrar neles.

Por Luciano Moreno


Publicado em: 26/1/07
Valorize este artigo:
Podemos definir o design gráfico como o processo de programar, projetar, coordenar, selecionar e organizar uma série de elementos para produzir objetos visuais destinados a comunicar mensagens específicas a determinados grupos.

A função principal do design gráfico será então transmitir uma informação determinada por meio de composições gráficas, que chegam ao público destinatário através de diferentes suportes, como folhetos, cartazes, trípticos, etc.

O design gráfico busca transmitir as idéias essenciais da mensagem de forma clara e direta, usando para isso diferentes elementos gráficos que dêem forma à mensagem e o façam facilmente entendível pelos destinatários do mesmo.

O design gráfico não significa criar um desenho, uma imagem, uma ilustração, uma fotografia. É algo mais que a soma de todos esses elementos, embora para conseguir comunicar visualmente uma mensagem de forma efetiva o designer deve conhecer a fundo os diferentes recursos gráficos a sua disposição e ter a imaginação, a experiência, o bom gosto e o sentido comum necessários para combina-los de forma adequada.

O resultado final de um design gráfico denomina-se grafismo, e é uma unidade por si mesma, embora esteja composto por uma infinidade de elementos diferentes. Podemos estabelecer uma analogia entre um grafismo e um prato de cozinha. Ambos estão compostos por diferentes elementos individuais que, unidos corretamente e com sabedoria, compõem uma obra final única e definida que vai mais além da soma das partes que a formam.

Formas, cores e textos em um grafismo
Formas, cores e textos em um grafismo

Toda obra de comunicação visual nasce da necessidade de transmitir uma mensagem específica. Um designer gráfico não é um criador de formas, e sim um criador de comunicações, um profissional que mediante um método específico (design) constrói mensagens (comunicação) com meios visuais (grafismos). Não é o criador da mensagem, e sim seu intérprete.

O principal componente de toda composição gráfica é então a mensagem a interpretar, a informação que se deseja fazer chegar ao destinatário através do grafismo. Esta informação deve-se representar por meio de diferentes elementos gráficos, que podem ser muitos e variados, embora os mais comuns sejam:

  • Elementos gráficos simples: pontos e linhas de todo tipo (livres, retas, quebradas curvas, etc.)
  • Elementos geométricos, com ou sem contorno: polígonos, círculos, elipses, ovais, etc.
  • Tipos: letras de diferentes formas e estrutura, utilizadas para apresentar mensagens textuais.
  • Gráficos vários: logotipos, icones, etc.
  • Ilustrações
  • Fotografias
  • Qualquer outro elemento visual apto para comunicar uma mensagem.

Um desenho limpo
Um desenho limpo

Estes elementos básicos combinam-se uns com outros em um grafismo, e desta combinação surge um resultado final no qual têm muita importância uma série de conceitos próprios do design gráfico, entre os quais se destacam:

  • Os agrupamentos: conjuntos de elementos relacionados mediante proximidade, semelhança, continuidade ou simetrias.
  • A forma: forma de cada elemento gráfico isolado e dos agrupamentos de elementos.
  • Os contornos: partes limítrofes dos elementos, que permitem distingui-los dos demais e do fundo, podendo estar definidos mediante border, mudanças de cor ou mudanças de saturação.
  • A localização: lugar que ocupa cada elemento gráfico ou agrupamento deles no espaço do grafismo.
  • O tamanho: tamanho relativo de cada elemento gráfico com respeito aos que lhe rodeiam. Escalas.
  • A cor: cor de cada elemento individual, cores de cada agrupamento de elementos, conjunto total de cores usado em um grafismo, disposição relativa dos elementos com cor e harmonia entre cores.
  • O contraste: intensidade de visualização de cada elemento com relação aos que lhe rodeiam e ao grafismo completo.
  • O equilíbrio: cada grafismo implica um sistema de referência espacial que consegue um nível de equilíbrio maior ou menor.
  • A simetria : disposição espacial regular e equilibrada dos elementos que formam a composição gráfica.

Os diferentes elementos de um grafismo são percebidos pelo destinatário de acordo com a influência que exercem cada um destes conceitos a nível individual, grupal e total. Porém, a união de todos eles, a obra gráfica, é uma entidade comunicativa individual e completa, carregada de complexos elementos humanos associados com a linguagem, a experiência, a idade, a aprendizagem, a educação e a memória.






Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato