Design gráfico na web

O design web vai mais além do design tradicional, pois existem muitos limitadores relacionados com o meio onde se apresentam as páginas: Internet. Conheceremos as características fundamentais do design na web.

Por Luciano Moreno


Publicado em: 26/1/07
Valorize este artigo:
O design gráfico de uma página web é somente uma parte do design da mesma, já que, ademais, há que considerar um conjunto mais ou menos extenso de condicionantes que vão limitar a livre criatividade do designer.

Em primeiro lugar, as páginas web têm que ser baixadas de um servidor web remoto através da Internet, pelo qual a largura de banda das conexões dos usuários vem a ser um fator chave na velocidade de visualização. A maioria dos usuários se conecta ainda na Internet com um modem, com velocidades teóricas de 56 Kbps, embora na prática não supera os 10-15 Kbps no melhor dos casos.

Os elementos gráficos, já tendo formato de mapa de bits ou vetorial, costumam ser traduzidos em arquivos de bastante peso, dependendo do tamanho da imagem e do formato em que se salve. Isto origina que as páginas que contém em seu desenho muitas imagens, ou poucas porém de grande tamanho, demorem muito tempo para ser baixadas desde o servidor web e apresentadas na janela do computador do usuário, que não costuma ser muito paciente.

Estudos realizados demonstram que o tempo máximo de paciência de uma pessoa que espera o download de uma página costuma ser de uns 10 segundos, passados os quais prefere abandonar nosso website e buscar outro mais rápido. Portanto, o número de elementos gráficos que podemos introduzir em uma página web fica bastante limitado, tendo que buscar alternativas mediante o uso imaginativo de fontes e cores.

Outro aspecto a ter em conta é que as páginas web são visualizadas em umas aplicações específicas, os navegadores web, que impõem grandes limitações ao design das mesmas. A janela de um navegador é eminentemente retangular, com umas medidas concretas (dadas pela resolução empregada pelo usuário em seu monitor) e com umas capacidades de interpretação de cores que variam muito segundo o computador usado, o sistema operacional, o monitor e o cartão gráfico.

Estes fatores impõem fortes limitações ao webdesigner, que deve buscar sempre que suas páginas possam ser visualizadas corretamente pelo maior número de usuários.

Design de um formulário web
Formulário web

Em segundo lugar, os navegadores existentes no mercado têm uma forma particular de apresentar o conteúdo das páginas. Internet Explorer interpreta em muitas ocasiões uma página web de forma muito diferente a Netscape Navigator 4x, e este por sua vez o faz de forma diferente a Netscape Navigator 6x.

Para tentar solver estas diferenças, o webdesigner deve trabalhar com vários navegadores ao mesmo tempo, desenhando suas páginas de tal forma que a interpretação delas seja parecida em todos, o que impõe novas limitações ao desenho.

Por outro lado, uma página web não é um design gráfico estático, e sim que contém diferentes elementos que têm a capacidade de interagir com o usuário, como menus de navegação, links, formulários, etc. Além disso, uma página isolada não existe, porque faz parte de um conjunto de páginas inter-relacionadas entre sí (o website), que devem apresentar-se ao usuário com o mesmo "estilo", embora sua funcionalidade seja muito diferente.

A isto há que somar que as páginas desenhadas devem logo ser construídas em uma linguagem específica, o HTML, que por si mesmo é muito limitado, o que faz com que o webdesigner tenha que estar sempre pensando se a interface que está desenhando graficamente vai poder ser logo construída.

Por último, uma página web costuma ocultar, na maioria dos casos, uma série de processos complexos que se executam sem que o usuário seja consciente deles (execução de códigos de linguagens de programação tanto em cliente como em servidor, acesso ao banco de dados em servidores remotos, etc.), processos que adicionam tempo à apresentação das páginas e que muitas vezes costumam afetar de forma importante o desenho destas, já que designer não sabe de antemão que conteúdos concretos vão ter.

Resumindo: o webdesign vai mais além do design gráfico, ao influir nele uma infinidade de fatores que limitam as possibilidades do desenho, porém também outros que acrescentam interatividade e funcionalidades a uma página web que um cartaz, folheto ou revista não têm.






Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato