A circunferência

Elementos de design: a circunferência.

Por Luciano Moreno


Publicado em: 09/8/07
Valorize este artigo:
A circunferência é um contorno continuamente curvado, cujos pontos estão todos na mesma distância de um ponto central, chamado centro do círculo. A distância constante de qualquer ponto da circunferência se denomina radio.


A circunferência representa a área que contém e seu interior, denominada círculo, a forma mais enigmática de todas, considerada perfeita por nossos antepassados. Sua direcionalidade é a curva, associada ao movimento, ao enquadramento, à repetição e ao calor.


A forma circular produz um movimento de rotação evidente, possui um grande valor simbólico, especialmente seu centro, e tem conotações psicológicas como proteção, inestabilidade, totalidade, movimento contínuo ou infinito. É típico representar também os espaços fechados, herméticos, com circunferências ou círculos.

Contornos derivados da circunferência são o oval e ovalado, com qualidades parecidas, mas que expressam ainda mais instabilidade e dinamismo, embora o movimento perfeito seja uma qualidade própria da circunferência.

A projeção tridimensional da circunferência é a esfera, o corpo geométrico mais perfeito, o que contém um maior volume em um menor espaço, o que define a forma tanto dos átomos como dos corpos celestes.

A circunferência e o círculo são talvez os elementos geométricos mais perfeitos e estáveis, embora carregados de uma grande carga dinâmica.

As formas circulares são muito difícies de representar em uma página web, já que todos os elementos que nos facilita a linguagem HTML são retangulares, embora aparentem não ser. Ademais, as formas curvas se visualizam muito mal nos monitores, devido à interpretação gráfica mediante pixels, que origina efeitos de escalamento indesejáveis.

Outro inconveniente de usar círculos no desenho web deriva precisamente de ser a forma que contém mais área no menor perímetro, já que a maioria das vezes interessa ao designer exatamente o contrário, reduzir ao mínimo a área e maximizar ao máximo o perímetro.


Talvez a única forma de incluir uma forma circular completa em uma página seja incluindo-a em uma imagem. Porém, qualquer imagem é por si só retangular como objeto HTML, o que nos obrigará a desperdiciar todo o espaço compreendido entre o contorno circular e as bordas da imagem, aparecendo espaços sem conteúdo não desejáveis na maioria dos casos.

Este efeito negativo pode-se atenuar incluindo dentro da imagem a forma circular e os demais objetos que lhe rodeiam na composição e que se encontram dentro dos limites do retângulo que define a imagem, mas então, esses elementos serão estáticos, fixos, sem possibilidade de serem modificados se não for mudado todo o conteúdo da imagem.

Uma solução melhor é incluir a imagem que contém o contorno circular (ou curvo em geral) como fundo da página ou de um elemento que contenha a mesma (tabela, célula de tabela, parágrafo, camada, etc.), o que nos permitirá apresentar outros objetos HTML ocupando espaços vazios ao redor da forma circular.


Formas mais sutis e efetivas de incluir curvas em uma página podem ser recortando imagens em forma oval ou circular, e inclusive simulando caminhos curvos mediante elementos textuais ou gráficos dispostos sucessivamente.





Comentários do artigo
Foram enviados 4 comentários ao artigo
4 comentários não revisados
0 comentários revisados

Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato