Como analisar a sua concorrência na Internet

Um mau posicionamento em buscadores faz com que sejamos invisíveis para nossos visitantes, e que nosso negócio fracasse.

Por David Yanes


Publicado em: 18/2/08
Valorize este artigo:
Um dos erros mais comuns quando se começa um projeto na internet é a falta de estudo da competência.

Na internet competimos com empresas que têm páginas web, que têm serviços e venda de produtos, não competimos com a empresa física tradicional.

Não analisar a concorrência supõe entrar às cegas.

Que formas temos de analisar a nossa concorrência?

À parte dos informes externos, que geralmente são pagos, ou os internos, os quais a concorrência não facilitará, temos na internet uma variedade de ferramentas baseadas em buscadores que nos ajudarão em nosso propósito.

Com os buscadores também podemos obter valiosa informação de nossa concorrência, saber como conseguem aparecer nas primeiras posições de busca, se podem ser substituídos facilmente, ou se pelo contrário, é melhor buscar outro critério de busca.

O que é o critério de busca?

O critério de busca são as palavras que um usuário introduz em seu buscador favorito e espera encontrar no resultado da busca.

Os critérios de busca têm vários padrões, e nem todos funcionam igual:

Existem padrões de busca de uma, duas, três, quatro e até cinco palavras.

Porém, como sabemos quais são os padrões de busca que utilizam os internautas? Quais são as palavras mais buscadas, as que devemos enfocar em una campanha de posicionamento?
Necessitamos saber quais são essas palavras, e não podemos perguntar isso a nossa concorrência.

Google adwords ao serviço

Google adwords é um conhecido sistema de publicidade, que tem como especial característica que reconhece o conteúdo da página, e oferece aos visitantes publicidade relacionada com seu interesse, gerando o que se conhece como tráfego qualificado.

Embora não tenhamos pensado realizar uma campanha de adwords google, esta pode nos servir como ferramentas para nos sugerir palavras-chave.

Depois de completar o processo de registro, criaremos nossa pripria campanha orientada por palavra-chave, até chegar ao passo de elecioanr as palavras-chave:


Na imagem superior podemos ver como Google Adwords nos sugere outros critérios de busca, entre os quais se encontram padrões de duas ou três palavras.

O anterior também nos dá uma idéia:
Um critério de três palavras é mais específico (Diseño Web Madrid), com o qual, em um princípio atrairíamos menos visitantes, mas por outro lado, talvez seja mais fácil de posicionar (menos custoso), e por outro, mais provável de atrair tráfego qualificado. Por que? Pense que, senão a busca "Diseño Web" poderia ser muito genérica, e responder a alguém que busca aprender sobre webdesign, ao invés de alguém que necessite dos serviços de webdesign.

Google Adwords nos devolve uma série de palavras, às quais chamaremos palavras candidatas.

A seguir estudaremos quais dessas palavras candidatas passarão a ser finalistas.

No seguinte passo de Google Adwords Estabelecer preço
nos aparece o link Ver estimador de tráfeco, o qual
nos ajudará a escolher nosso critério de busca no qual enfocar nossa campanha de posicionamento.


Como se vê na imagem anterior o critério diseño de paginas web ganha a diseño de páginas web (o acento), com o qual já temos um finalista sobre o que poder enfocar o seguinte estudo graças a Google Ranking.

Porém, quem é a concorrência que utiliza essas palavras-chave? E de que maneira?

Ponhamos o critério de busca encontrado em Google, e vejamos quem é que sai em primeiro lugar.

A seguir iremos a Google Rankings onde averiguaremos o Page Rank do resultado de nossa busca anterior. O Page Rank dá o valor subjetivo que tem uma página para google. Quanto maior for este valor, mais acima aparecerá nos resultados de uma búsca. Um valor de PR superior a quatro começa a dar resultados, embora um valor de cinco será muito mais propício para nossos interesses.

Google Rankings nos oferece diferentes tipos de busca, porém para poder utilizá-lo com Google necessitamos primeiro de uma API KEY (um código que nos facilitará api.google.com).

Uma vez obtida a chave poderemos fazer diferentes tipos de busca como: busca de PR, busca massiva de palavras-chave, busca massiva de domínios, e mais ferramentas que nos clarificarão como se move nossa concorrência, e se vale a pena lutar por um critério de busca ou buscar outro menos provável, mas também menos concorrido.

Onde a concorrência tem seus links? Alexa como boa alternativa a Google.

Há não muito tempo atrás havia a possibilidade de saber onde uma página tinha seus links. Isto permitia aos experientes em posicionamento trocar links nos mesmo sites, porém Google acabou fazendo com que a busca se limitasse a links dentro do mesmo domínio.

Porém, Alexa sim que nos oferece essa possibilidade. Alexa se compõe de três abas: buscador, classificação do tráfego (Traffic Ranking), e Diretório web.

É a segunda a que nos interessa. Uma vez introduzido o endereço de nosso concorrente podemos acessar a três sessões que nos revelarão uma interessante informação:
Trafic Details, e Sites Linking In.
Traffic Details nos oferecerá detalhes sobre o tráfego sobre milhões de usuários (que têm instalado a barra de alexa) que visitam a página analisada (Reach per Million) nos últimos três, seis, doze e vinte e quatro meses. Nesta seção também podemos compará-la com nossa página e saber em que lugar nos encontramos.

Sites Linking In nos dirá quem linka a nossa concorrência, o que sem dúvida constitui uma valiosa informação.

Copylelft: Pode citar este artigo sempre que nomeie ao autor original: David Yanes.
www.introtiendas.com





Comentários do artigo
Foi enviado 1 comentário ao artigo
1 comentário não revisado
0 comentários revisados

Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato