Configuração de uma aplicação de ASP.NET

Uma aplicação de ASP.NET tem opções de configuração e administração. Aqui se verá como configurar e executar uma aplicação web de ASP.NET a partir de servidores web como Internet Information Server.

Por Francisco Recio e David Provencio


Publicado em: 27/6/08
Valorize este artigo:
Existem diversos elementos de configuração e administração em uma aplicação Web de ASP.Net. Este tipo de aplicação se compõe de um conjunto de arquivos armazenados em uma pasta dentro do servidor Web.

Para executar uma aplicação Web de ASP.Net se necessita que o servidor Web seja compatível com ASP.Net. Neste caso se utilizará IIS 5.0 (Internet Information Server) como servidor Web. O IIS é um componente de Windows incluído nas versões profissionais de Windows 2000 e XP. Se não se tem este componente, se deve proceder a sua instalação mediante o ícone de 'Adicionar ou remover programas' no painel de controle e selecionando 'Adicionar ou remover componentes de Windows' onde aparecerá o IIS para sua instalação. O acesso ao IIS se realiza mediante o ícone de 'Serviços de Internet Information Server' situado nas 'Ferramentas administrativas' dentro do painel de controle.

O servidor Web IIS permite administrar as aplicações Web e se comunicar com os navegadores cliente mediante protocolo http (protocolo de transferência de hipertexto). O IIS também oferece outros serviços de protocolo, como transferência de arquivos (FTP), serviço de correio eletrônico (SMTP) e serviço de notícias (NNTP).

Com o clássico ASP 3.0 era suficiente com ter o IIS instalado no servidor Web, já que era o IIS o que diretamente interpretava o código ASP e enviava a resposta ao cliente. Entretanto, em ASP.Net se necessita que o servidor Web tenha instalado .Net Framework para poder processar código de ASP.Net, como ocorre com qualquer outra aplicação de .Net. É importante dizer que os navegadores cliente que acessam à aplicação Web não necessitam ter instalado IIS nem tampouco .Net Framework já que é o servidor Web o que tem que saber interpretar o código de ASP.Net.

Quando se solicita uma página de tipo .aspx (página de ASP.Net) o servidor Web de IIS envia a solicitude a .Net Framework que é quem realmente processa a petição da página. Desta forma, as aplicações Web de ASP.Net se beneficiam de todas a vantagens de execução de código em .Net Framework, já que o código é compilado e executado por .Net Framework e devolvido ao IIS para que este por sua o envie ao cliente.

Com ASP.Net também é possível ter código de ASP 3.0 dentro de páginas de ASP.Net, com a vantagem de que o código de ASP 3.0 também se compila junto com o código de ASP.Net aumentando o rendimento do servidor Web.

A seguir, se mostra um exemplo dos distintos arquivos que podem existir em uma aplicação Web de ASP.Net.


Fig. Aplicação Web de ASP.Net



Uma vez criada a aplicação, o código de servidor se acopla em um arquivo .dll situado na pasta Bin da aplicação Web. Portanto, uma vez realizada a compilação, os arquivos de código (.vb ou .cs) já não são necessários para a execução da aplicação já que estão acoplados na dll e é aconselhável tirá-los do servidor para que não se possa acessar desde o exterior ao seu conteúdo.

Resumindo, para que funcione uma aplicação Web de ASP.Net se deve ter no Servidor Web o seguinte:
  • Ter instalado IIS 5.0 ou superior no servidor Web e configurar um diretório virtual associado à aplicação Web.
  • Ter instalado no servidor Web .Net Framework.
  • Os arquivos .aspx correspondentes às páginas Web.
  • Um arquivo acoplado (DLL) situado na pasta Bin da aplicação Web, que contém o código de servidor que necessitam as páginas aspx.
  • Um arquivo chamado Global.asax que serve para o controle geral da aplicação durante sua execução.
  • Um arquivo chamado Web.config onde se estabelece a configuração da aplicação. Apesar deste arquivo ser opcional, se necessita quando se quer estabelecer parâmetros de configuração que não sejam os por padrão.
  • De maneira adicional também pode aparecer na pasta Web outro tipo de arquivos como:
    • Arquivos .ascx (controles personalizados de usuário de ASP.Net)
    • Arquivos .asmx (serviços Web XML de ASP.Net).
    • Páginas .htm ou .html (páginas Web estáticas)
    • Páginas .asp (páginas ativas de servidor)
    • Arquivos .css (folhas de estilo CSS, Cascade Style Sheet).
    • Documentos, imagnes, etc...
Para terminar, se criará uma aplicação Web do tipo ASP.Net e se instalará em um servidor Web com IIS. O primeiro passo é criar a aplicação Web, para isso se entra em Visual Studio .Net e no menu 'Arquivo' se seleciona 'Novo projeto'. Aqui se deve escolher uma das linguagens disponíveis e selecionar 'Aplicação Web ASP.Net'.


Fig. Criação de uma aplicação Web de ASP.Net



De forma automática, ao criar um novo projeto Web, Visual Studio .Net cria um diretório virtual no IIS e o associa com a aplicação Web. Se se instalou IIS com a configuração por padrão, o web site pré-determinado (localhost) será 'c:inetpubwwwroot'.

No caso de que se tenha uma aplicação Web de ASP.Net já criada e se deseje instalar em um servidor Web, se deve copiar a pasta com a aplicação no servidor Web e associá-la manualmente a um diretório virtual. Para isso, dentro de IIS se seleciona o elemento de 'Web site pré-determinado' e clicando com o botão direito se seleciona a opção: 'Novo' > 'Diretório virtual' onde mediante um assistente se associa a pasta da aplicação Web a um diretório virtual no servidor.


Fig. Criação de um diretório virtual em IIS



Para provar que a aplicação Web funciona corretamente se deve compilar primeiro em Visual Studio .Net e posteriormente acessar à aplicação mediante o navegador:

http://[Nome_do_servidor]/[diretorio_virtual]/[página]

Por exemplo, http://localhost/MinhaWeb/webform1.aspx





Comentários do artigo
Foi enviado 1 comentário ao artigo
1 comentário não revisado
0 comentários revisados

Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato