Tutorial básico do editor de imagens A Plus Viewer

Descrição do programa de edição A Plus Viewer, um visor de imagens que ademais oferece funções básicas de editor de fotografias, que nos pode ajudar a otimizar para publicar na web.

Por Abel Dominguez R.-Tradução CRV


Publicado em: 03/8/12
Valorize este artigo:
Este artigo apresenta uma descrição geral das funções básicas do editor e visualizador de imagens A Plus Viewer. Não pretende entrar em temas como retocar fotografias ou aplicar efeitos às imagens, mas terá informação interessante para aquele que queira utilizar esta ferramenta para gerenciar sua biblioteca de imagens. Ademais explicará como usá-la para poder formatar as fotos para sua publicação na Internet. Para isso serão vistas as funções de recorte, redimensão, conversão entre formatos, etc.

Agora que já temos algumas noções básicas do que são os formatos gráficos, vamos nos introduzir no programa de edição que escolhemos, neste caso o A Plus Viewer, versão 2.19.

Este programa não só nos permitirá gerenciar uma imagem, como também visualizá-las no bloco mediante miniaturas ali onde se encontrem (nosso disco rígido, um CD, etc.)

Uma vez instalado e executado o programa nos mostrará uma tela dividida em 4 janelas. A superior esquerda nos permitirá navegar através dos sistemas de armazenamento do computador, como disse, do disco rígido, num CD, etc. Para isso só há que buscar a pasta onde tenhamos as imagens e automaticamente se desdobrarão na janela da direita umas miniaturas (thumbnails) de todas as que contenha.

Se queremos abarcar mais ou menos campo de visão das miniaturas, podemos mover o seletor deslocável à esquerda ou direita e as miniaturas se ampliarão ou reduzirão. Obviamente, quanto mais miniaturas caibam na janela, mais pequenas se verão e menos se apreciarão os detalhes, mas em troca poderemos ter uma visão de conjunto do conteúdo da pasta.

Se clicamos uma só vez sobre alguma das miniaturas a veremos pre-visualizada na janela inferior esquerda, podendo-se então apreciar melhor os detalhes.

A forma que se mostra o conteúdo da pasta de imagens na janela superior direita, pode ser selecionada clicando no ícone View Style. Por padrão está selecionado Thumbnails, mas podemos escolher que se mostre uma lista de arquivos (em vez de imagens), ícones, thumbnail + detalhes, ou simplesmente detalhes de cada arquivo, tais como nome, largura, tipo, etc.

Edição das imagens

Para editar uma imagem basta clicar duas vezes sobre sua miniatura e se abrirá uma nova janela na tela toda.

Esta nova janela apresenta as ferramentas necessárias para um tratamento básico da imagem, e inclusive algumas que vão mais além do objetivo deste tutorial, tais como efeitos especiais: esfumaçados, sombreados, ruídos, mosaicos, granulados, balanceados de cor, etc.

As ferramentas em que vou me deter são o recortado, a conversão de formatos e o redimensionado. Não citarei o resto por não ser necessário para o objetivo deste tutorial, mas é bom experimentar com eles e se surpreender com todas as possibilidades que possui o programa, como a rotação, reflexo, efeitos, etc.

Recortado

Mediante esta ferramenta podemos suprimir alguma parte da imagem que não nos interessa, por exemplo, uma borda demasiado larga; centralizar uma imagem eliminando uma superfície que a está descentralizando; ou também permanecer com uma porção da imagem que nos interessa em relação ao resto dela.

Para recortar uma imagem há que clicar na ferramenta recortar. Posteriormente, dentro da imagem escolhemos um ponto de início e mantemos pressionado o botão esquerdo do mouse ao mesmo tempo que arrastamos até o ponto final que desejamos e aí mesmo soltamos o botão; ficará então selecionado uma moldura. Se essa moldura não ocupa o espaço que desejamos, podemos modificá-la utilizando os pontos de ajuste que aparecem nos extremos (puxando por eles), ou também podemos mover o quadro em seu conjunto clicando com o botão esquerdo sobre qualquer parte de sua superfície, e sem deixar de pressionar, arrastar para onde nos interesse. Uma vez centralizada a moldura , clicamos duas vezes sobre ela e a imagem ficará imediatamente recortada.

Por exemplo, na imagem de cima podemos recortar uma boa parte de suas margens, e ficaria como se mostra a continuação:

Na imagem seguinte recortei um dos brotos da flor, descartando o resto da planta.

Cada uma destas imagens recortadas pode ser salva como uma nova imagem. Para isso, uma vez recortada, basta clicar em File Save As, ou seja, salvar o arquivo como..., escrever de novo um novo nome e escolher a pasta onde desejamos arquivá-la.

Converter uma imagem de um formato a outro

Algo que utilizaremos seguramente muito frequentemente é a conversão de formatos, pois as imagens nem sempre chegarão até nós já comprimidas, ou talvez desejemos converter de um formato GIF a JPG ou vice-versa. Fazer a conversão é muito simples.

Imaginemos que temos um arquivo em formato BMP (não comprimido).

Uma vez aberta a imagem no editor, selecionamos File – Save as...(salvar como...), e em Tipo escolhemos o formato JPEG Files(*.jpg *.jpeg).

Em seguida, em Nome mudamos o que tinha a imagem sem converter por outro distinto, por exemplo, neste caso a original se chamava paisagem.bmp, e eu aqui lhe chamei paisagem2.

Não é necessário colocar a extensão JPG, porque já é feito automaticamente pelo programa, pois é esse o formato que já selecionamos anteriormente. Salvamos e já temos na mesma pasta as duas fotos, uma sem comprimir e a outra comprimida.

O ratio de compressão foi muito alto, pois a imagem BMP era de 170 Kb, e a imagem comprimida em JPG ficou em 7,33 Kb., sensivelmente inferior e mal se nota diferença visual entre ambas. O processo para converter outros formatos é similar.

Redimensionar uma imagem

Esta é uma das funções mais importantes em um editor de imagens. É muito raro que uma imagem cumpra todas as características de tamanho que necessitamos para sua publicação ou armazenamento em espaços limitados, pois em algumas ocasiões é demasiado grande, ou demasiado larga, ou excessivamente alta.

O primeiro que devemos recordar antes de redimensionar, é que sempre se produz uma perda depois do processo, que dependendo da resolução da imagem pode ser imperceptível ou não. Por isso, devemos salvar como norma o original caso precisemos realizar novas mostras. A perda sempre é maior quando redimensionamos de menos a mais que ao contrário, pelo que já foi explicado na introdução deste tutorial.

Outra coisa importante é recortar o que seja necessário antes de redimensionar, pois caso se recorte depois da redimensão, o tamanho já não será o mesmo que foi solicitado. Por exemplo, se temos uma imagem que é preciso recortar e redimensionar, que mede 300x300 pixels, e que tem que ficar finalmente em 150x150, recortamos primeiro, o que já reduz o tamanho, e em seguida aplicamos a redimensão de 150x150, ficando já então fixo nesse valor.

Para utilizar a ferramenta redimensionar, primeiro abrimos a imagen no editor. Posteriormente ,clicamos em Image – Image Size (largura de imagem).

Se abrirá um quadro onde poderemos selecionar vários parâmetros. Se desejarmos redimensionar em pixels, manteremos marcada a opção Píxel, o qual nos permite mudar a largura (Width) ou a altura (Height). Quaisquer das duas medidas que mudemos fará com que a outra medida se atualize automaticamente, para assim manter a proporção da imagem, pois se não fosse assim e não mudássemos uma delas sem modificar a outra, a imagem resultante não seria fiel à original, já que ficaria ampliada na largura ou na altura .

Assim, se queremos que a imagem tenha 400 pixels de largura, temos que colocar essa quantidade na casa Width, e a altura será modificada automaticamente pelo programa.

Outra possibilidade é utilizar o método da porcentagem, marcando esta opção. Desta maneira, se redimensionamos por exemplo, 50%, a imagem se reduzirá justamente à metade, fazendo o programa, o cálculo automático de largura e altura em pixels que lhe deve dar. De todas as formas, é mais habitual utilizar o método em pixels porque a largura conhecida das páginas de Internet, onde se costumam publicar as imagens, costuma estar neste tipo de medida.

Uma vez redimensionada, só já falta salvar a imagem com um nome diferente.

Creio que as explicações dadas sobre estas ferramentas básicas são suficientes para começar. Cabe a você experimentar todo o resto de possibilidades.

Você pode baixar o programa em: http://www.aplusfreeware.com/categories/mmedia/APlusViewer.html



Mais informações e downloads


Outros programas






Usuários :    login / registro

Categorias relacionadas
O autor
Abel Dominguez R.-Tradução CRV
Electrónico de comunicaciones / Funcionario del Estado
http://www.asocae.org

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato