O espaço na tela

Por norma, os conteúdos deveriam ocupar como mínimo um 50% em nossa web, pois é muito importante a quantidade de espaço destinada a este.

Por Sebastian F. Vigil


Publicado em: 01/9/07
Valorize este artigo:
Lamentavelmente, a maioria das vezes não ocorre assim. Muitas vezes os webmasters destinam uma desnecessária grande quantidade de espaço à navegabilidade e às vezes também à publicidade.

Logicamente que a navegação em um site é necessária, porém não é um fim como o conteúdo. Como diz Jakob Nielsen, "A navegabilidade é um mal necessário e não é um fim em si, portanto há que atenuar seus efeitos." E por outro lado, uma web necessita subsistir, o que faz com que a publicidade também seja necessária em muitos casos. Mas, realmente faz falta colocar banners horizontais, skycrapers e mini sites que se expandem, tudo na mesma página como fazem muitos sites?

Como norma geral segundo Jakob Nielsen, ao conteúdo se deveria dar pelo menos o 50% do espaço da página e como um ideal, o 80%. A navegação por sua parte deveria se restringir a um 20% como máximo, com exceção das páginas de início e páginas de navegação como o mapa do site. E quanto à publicidade, vendo pelo lado da usabilidade deveria desaparecer. Se realmente necessita se sustentar com ela, deveria considerar inclui-la na estrutura de navegação em forma de links, botões, e etc. Reduzindo assim p espaço de navegação. Na realidade, fazer isto com a publicidade não é muito viável para a maioria, por isso à publicidade então deveria se conceder uma pequena porcentagem que ronde o 5%, e que nunca supere o 10%.

Um bom exemplo para colocar como modelo, que geralmente cumpre com isto, são as páginas nas quais se expõem artigos. Pode-se ver um exemplo específico, de uma página de e-masters que tomei para analisar.

E por último, temos os espaços em branco. Em muitas ocasiões percebo que as pessoas consideram os espaços em branco em um desenho, inúteis. Isto é incorreto. Os espaços em branco são uma grande ajuda para os usuários para entender a distribuição de objetos em uma página. Por outro lado, se se tem a opção de realizar uma separação com espaços em branco ou com linhas grossas, é melhor realiza-los coma primeira opção já que se baixa mais rapidamente.

Existem dois exercícios que podem ser de muita ajuda na hora de considerar estes aspectos. Por um lado pode tomar uma imagem de sua tela e contar a proporção de pixels utilizados para cada coisa na página em questão, para poder ajustar essa proporção às medidas mencionadas. E por outro lado, pode eliminar um por um a todos os objetos de sua página web, se o desenho continuar funcionando tão bem como antes sem algum elemento, termine com ele.

Jakob Nielsen prediz esperançoso que no futuro os navegadores realizarão "um desdobramento mais inteligente das páginas" levando em conta as características do monitor de cada usuário (tamanho, resolução, etc.).

Jakob Nielsen é o guru indiscutível sobre temas de usabilidade, realiza estudos no campo desde 1984, é o autor do livro Usabilidade.






Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato