Magento: software PHP para lojas online

Magento é um dos programas mais destacados para implementação de lojas online.

Por Miguelo


Publicado em: 12/9/11
Valorize este artigo:
Magento é um software para a criação de lojas virtuais na web, Open Source, desenvolvido com PHP. O forte de Magento é seu amplo leque de possibilidades de configuração para os vendedores, que podem personalizar todo o tipo de elementos nas lojas online, desde o desenho ao conteúdo ou ao próprio modelo de venda.

A lista de possibilidades que poderemos implementar com Magento é muito grande e complexa para reproduzi-la aqui. Unicamente, a modo de exemplo, poderíamos comentar a possibilidade de criar produtos, packs que associem vários produtos, sugestões de produtos similares, um completo CMS para administração dos conteúdos, sistemas para acompanhamento de clientes e de faturas, envios de pedidos de diferentes modos, multi-moeda para que o cliente veja os preços com a moeda que mais lhe interesse, multi-idioma, venda de bens virtuais e produtos para download, etc, etc. Além de todas estas características, outra das vantagens que fazem Magento especial é permitir montar distintas lojas online em seus correspondentes domínios, e controlar todas desde um único painel de administração

Podemos encontrar Magento na URL: http://www.magentocommerce.com/

Magento é um produto Open Source, porém não se trata de um sistema simples, mas ao contrário. É um sistema complexo que frequentemente acaba sendo difícil de instalar ou de configurar caso não se disponham de alguns conhecimentos avançados sobre desenvolvimento e administração de servidores. Na verdade, devido a isso, Magento já oferece diferentes tipos de licença, uma gratuita e outras pagas, que oferecem a possibilidade de receber suporte para a instalação e configuração.

Nas próprias páginas de Magento advertem que a versão gratuita (Community Edition) só é recomendada para aqueles profissionais que saibam explorar por sua própria conta. Sua curva de aprendizagem é bastante ampla e você sempre tem que estar atualizado através de suas constantes versões. Os layouts da versão 1.3, por exemplo, não valiam para a versão 1.4. Talvez essa apresentação desanime a alguns e faça com que se percam alguns clientes, que fujam para soluções ecommerce mais simples, como Oscommerce, PrestaShop... Seguramente seja uma estratégia para que outros tantos clientes se decidam pelas soluções pagas que têm um valor a partir dos 3.000 dólares anuais.

Pode-se ver uma comparativa das versões de Magento.

O sistema pode ser instalado em servidores Linux e em Apache. Necessitaremos versões de PHP 5.2.13 ou superiores, que ademais tenham suporte para algumas extensões de PHP como PDO_MySQL, simplexml, mcrypt, hash, GD, DOM, iconv, curl e SOAP. Além disso, será necessário contar com MySQL 4.1.20 ou superior, assim como contar com SSL, no caso de que queiramos configurar passarelas de pagamento ou outros módulos que necessitem estar cifrados para a segurança. No entanto , todas essas dificuldades vão amainando pouco a pouco, já que atualmente há muitos servidores que oferecem o autoinstall e permitem colocar em funcionamento uma loja Magento quase automaticamente, o que não é tão aborrecido quanto se você tivesse que fazê-lo você mesmo.

Nota: Como utilidade, antes de tentar instalar Magento, é oferecido um arquivo PHP que pode ser colocado e executado em nosso próprio servidor, que nos informará se nosso sistema cumpre ou não com os requisitos necessários para a instalação.

Agora, se você não quiser se ver na necessidade de configurar seu próprio servidor, uma solução simples e ao alcance de qualquer bolso é Magento GO. Trata-se de um serviço online de lojas hospedadas que testamos durante duas semanas. Sem dúvida é uma excelente opção para comprovar se Magento lhe interessa, já que você pode testá-la inicialmente grátis e depois , se lhe interessar para seu negócio, optar por um de seus diversos planos de alojamento pago. No próximo artigo sobre Magento falaremos um pouco mais de nossas experiências com MagentoGO.

Conclusão

Magento é talvez a solução mais avançada para fazer uma tenda online. Tem uma opção gratuita e outras pagas que, sinceramente, considero caras para começar um negócio, sobretudo se não sabemos se vai dar certo ou não.

Se você tem um negócio, que quer colocar online e deseja começar com ferramentas de qualidade, em um dos melhores software de lojas eletrônicas, lhe interessará. No caso de ter capacidade de investimento talvez resulte mais cômodo começar pela solução paga, que possui vários serviços adicionais, mas se você tem pouco orçamento pode ser que lhe interesse tentar instalar a versão gratuita, contratar um alojamento com autoinstall de Magento ou testar seu serviço Magento GO.

Magento tem infinitas opções para venda de produtos pelos que suspirarão os administradores de outras soluções de ecommerce. Existem muitas empresas externas que desenvolvem módulos, ou extensões à medida e de qualidade para a comunidade de Magento. Talvez seus excessivos requisitos de conhecimento técnico e a complexidade de configuração da loja possa lhe tirar alguns pontos, com respeito a outras soluções de lojas online mais simples. Porém, o bom de Magento é que, quase com certeza, a pessoa que tenha uma leve ideia do que quer, poderá encontrar vias para fazer o que necessite.

Finalmente, se você não se convenceu por ser demasiado complicado, pode passar para outras ferramentas de comércio eletrônico Open Source mais simples, como poderia ser Oscommerce ou Prestashop.





Comentários do artigo
Foram enviados 3 comentários ao artigo
2 comentários não revisados
1 comentário revisado:
informative
Por: byronagetz
22/10/12
Thanks for share its good

http://reviewsondehumidifiers.com/category/dehumidifier-use/crawlspace-dehumidifiers/

Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato