Modelo de camadas

Características e usos do modelo de camadas dentro da comunicação em redes informáticas.

Por Sara Alvarez Langa - Tradução de Celeste Veiga


Publicado em: 29/1/13
Valorize este artigo:
No artigo anterior vimos os distintos protocolos utilizados na comunicação dentro das redes. Visto isto podemos passar ao tema seguinte, algo mais complicado mas necessário para entender o funcionamento de uma rede. Estamos falando de modelo de camadas.

O modelo de camadas descreve o funcionamento dos protocolos produzidos em cada camada e por sua vez descreve a interação entre as diferentes camadas.

Podemos dizer que o uso do modelo de camadas nos permite fazer mais facilmente o desenho de protocolos, ademais nos proporciona uma linguagem comum para a comunicação nas redes informáticas.

Por outro lado, podemos dizer que o uso deste modelo evita que as continuas mudanças tecnológicas afetem os protocolos e a distintas camadas.

Dentro do modelo de camada existem vários tipos, mas os dois mais utilizados são o modelo OSI e o modelo TCP/IP. Inicialmente podemos dizer que:

  • Modelo TCP/IP: é um modelo que descreve as funções que acontecem em cada camada de protocolos dentro de uma suite de TCP/IP.
  • Modelo OSI: se denomina modelo de interconexão de sistema aberto e é o mais conhecido já que é o utilizado para o desenho de redes de dados e a especificação de seu funcionamento.

Modelo TCP/IP

Se trata de um Standard aberto e por isso não pertence a nenhuma empresa em concreto mas é criado, modificado e debatido em um foro público.

É composto por 4 camadas:

  • Acesso à rede: encarregada de controlar os dispositivos e os meios que formam a rede
  • Internet: se encarrega de determinar a melhor rota dentro da rede.
  • Transporte: se encarrega de admitir as comunicações entre distintos dispositivos e distintas redes.
  • Aplicação: se encarrega de mostrar os dados ao usuário, assim como controlar a codificação dos mesmos.

Um exemplo prático da aplicação deste modelo seria o seguinte:

  • Uma mensagem é codificada na camada de aplicação.
  • Se especifica o dispositivo receptor e o meio de transporte na camada de transporte.
  • Se especifica a rota mais ótima para o envio da mensagem na camada de Internet
  • Se recebem os dados na camada de acesso à rede
  • A partir daqui o caminho é para cima no modelo até a camada de aplicação onde se descodifica a mensagem e se mostra ao receptor.

Modelo OSI

O modelo OSI proporciona uma ampla lista de funções e serviços que podem se apresentar em cada camada.

Este modelo é composto por 7 camadas:

  1. Camada física: descreve os meios físicos e as conexões físicas para a transmissão de bits para e desde um dispositivo de rede.
  2. Link de dados: descreve os métodos para intercambiar tramas de dados entre dispositivos, isso sim, tendo um meio comum.
  3. Rede: proporciona serviços para o intercambio de dados entre os dispositivos.
  4. Transporte: define os serviços para segmentar, transferir e rejuntar os dados.
  5. Sessão: proporciona serviços a camada de Apresentação para organizar o intercambio de dados.
  6. Apresentação: se ocupa da sintaxe e da semântica da informação que se pretende transmitir.
  7. Aplicação: proporciona os meios para a conectividade entre os dois extremos da comunicação.

Podemos comparar os dois modelos com uma imagem:

Como podemos ver a camada de rede e de Internet são similares, igual que com a camasa de transporte que encontramos nos dois modelos.

Hoje em dia podemos dizer que se utiliza mais o modelo TCP/IP, embora o OSI seja um referente para a criação de protocolos.






Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato