Taxa de transferência, uma das chaves para escolher uma hospedagem

A taxa de transferência é a quantidade de dados que se podem transferir em um pacote típico de hospedagem. É um fato muito importante ao escolher um hosting.

Por Miguel Angel Alvarez - Tradução de JML


Publicado em: 29/10/08
Valorize este artigo:
A taxa de transferência é de grande importância na hora de selecionar o serviço que mais nos interessa contratar para hospedar nossa web. Pode ser um dos mais importantes fatores a ter em conta, embora nem sempre seja tão fundamental.

As páginas web podem ter mais ou menos visitantes. É claro que todos gostariam de ter uma página muito visitada, porém em muitos casos o número de visitas que pode ter uma página não pode chegar a ser muito elevado, porque seu público objetivo pode ser reduzido. Por exemplo, se tivermos uma página que apresenta um serviço de mudanças, é claro que visitarão menos pessoas do que uma página onde se ofereçam notícias ou com manuais para aprender a programar, por dar exemplos.

Digamos que a taxa de transferência é importante para as páginas que aspiram ter um tráfego elevado.

Taxa de transferência é a quantidade de informação que uma página envia. Costuma-se medir em Gigas e a taxa de Gigas que indicam são para realizar em um mês. Assim, podemos encontrar hospedagens de 1 Giga de transferência, de 3, de 20 ou de 100. Quanto maior a taxa de transferência, maior costuma ser o custo de uma hospedagem, pois realmente esse tráfego de dados é o que custa dinheiro à empresa que nos oferece o serviço.

Geralmente, para uma página comercial, que apresente uma empresa -pequena ou média-, seus produtos e serviços, com ter uma hospedagem com um Giga de transferência poderá ser suficiente. Para uma página que estimamos ter mais de 1.000 visitantes por dia, possivelmente já nos interesse uma hospedagem com 3, 5 ou mais Gigas. Embora não haja uma medida exata de transferência ligada às visitas que tivermos. Tudo depende do tipo de informação que publiquemos na página. O texto e as fotografias não pesam muito e se transfere rapidamente e sem muito gasto, porém o vídeo, o áudio, programas ou documentações extensas certamente gastarão muito mais taxa de transferência.

Pensemos que temos um vídeo de apresentação da empresa que ocupa 1 mega. Um Giga são 1024 megas. Então, se nos visitam simplesmente 100 pessoas por dia que vêem o vídeo de apresentação, pelo menos, nossa página fará uma transferência de 100 megas por dia, que ao cabo de um ês significam 3000 megas. Logo, teríamos que contar com uma hospedagem de mais de 3 Gigas.

Igualmente, a transferência que realizem as páginas depende de como estejam programadas, o bem que estejam codificadas e otimizadas para economizar espaço de disco e portanto, reduzir a quantidade de dados enviados por página. Com as novas conexões à Internet se tende a aumentar o peso de cada página, porém desde sempre a web foi um lugar onde importava muito que as páginas ocupassem pouco espaço, para que se enviem mais rápido, porém também para economizar taxa de transferência em nosso serviço de hosting.

O que inclui a transferência

A transferência que realiza um site inclui o tráfego de envio das páginas e o de recepção de solicitação dos clientes, porém, muitos provedores também incluem nesta taxa de transferência que se realiza pelo serviço de FTP e pelo serviço de correio. Há que dizer que de todos estes valores, os mais representativos são os de transferência de envio das páginas aos visitantes.

Exemplos de transferência de páginas segundo visitantes

Vamos dar os dados de visitas e de páginas vistas de vários web sites, junto com a transferência que realizam, para que se possam conhecer mais ou menos os requerimentos típicos de transferência que podemos ter.

Um site de uma empresa, que mostra seu catálogo de produtos com algumas especificações em PDF que ocupam bastante, tem 8.500 visitas e 27.000 páginas vistas mensais. Realiza uma transferência, também mensal de 2 Gigas.

Uma página de um hotel que recebe 6.000 visitas em um mês e 20.000 páginas vistas, não chega ao Giga de transferência mensal.

Outro site de uma hospedagem para férias que tem 1.000 visitas mensais e 1.500 páginas vistas faz uma transferência de 0.04 Gigas. Há que dizer que este site está bastante otimizado e que as páginas não ocupam quase nada de espaço.

Um site que oferece informação documental com bastantes fotografias e que recebe umas 235.000 visitas e 850.000 páginas vistas faz uma transferência de 25 Gigas.

Um site que tem vídeo entre seus conteúdos, que é visitado por 8.000 pessoas e que faz 140.000 páginas vistas, realiza uma transferência mensal de 6 Gigas.

Como se pode ver, para páginas normais não porque nos preocuparmos muito com a transferência, porém se temos pensado ter muitos visitantes, a transferência aumenta, o mesmo que se os conteúdos incluem arquivos multimídia de grande tamanho.

A transferência ilimitada e a letra pequena

Em algumas empresas de hosting nos oferecem transferência ilimitada. Isto, à princípio quer dizer que nosso site pode receber todas as visitas que quisermos e pode enviar toda a quantidade de informação que quisermos sem nos preocuparmos pela transferência que vamos realizar, pois não se limitam neste caso. Se tivermos um site muito popular que pode ter muita transferência, com a transferência ilimitada à princípio não haveria problema, pois por muita informação que se envie, o preço será o mesmo.

Isto em muitas ocasiões pode ter uma manha. Se um site realiza muita transferência, o normal é que a empresa de hosting tenha as linhas mais saturadas pelo tráfego dessa página, o que se deriva em que necessitarão umas linhas mais potentes e mais caras por dar serviço a páginas com elevada transferência. Ou seja, a empresa de hospedagem pagará mais pelas páginas que transfiram muito. O lógico é que também tenham que cobrar mais por servir páginas que realizem uma transferência elevada.

Em algumas ocasiões encontrei uma letra pequena nos contratos de hosting de "transferência ilimitada", que dizia que o website publicado no servidor não podia ocupar mais de um 2% da capacidade de processamento do servidor onde estava hospedado. Isto na prática faz que, embora o site receba muitas solicitações, não se possa servir todas porque temos limitado o tempo de processamento que o servidor vai dedicar a nossa web. Então, neste caso, não estavam nos limitando a transferência, porém se nosso site se passava de visitas, não se podiam atender a todas. Este caso é muito pior para nossa página que um contrato de transferência limitada, visto que pode significar que, por não querer nos preocupar da transferência, estamos contratando um servidor que não vai atender todas as solicitações rapidamente. Inclusive, se passarmos o limite de visitas, poderá ocorrer que não cubram a transferência, porém sim que nos cobrem o excesso de carregamento dos servidores.






Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato