O usuário intermediário ontem e hoje

À medida que mais e mais gente usa computadores pessoais e navega pela Internet, aumenta a tendência a considerar o PC, e a seus programas, como uma ferramenta mais.

Por Serviweb


Publicado em: 25/2/08
Valorize este artigo:
Deve ser fácil de utilizar depois de se limitar ao resumo de ler um mínimo de instruções; tal como se faria com um novo artefato par o lar ou com um novo automóvel. Praticamente ninguém pensa em estudar os princípios de funcionamento dos mesmos e um automóvel que não pudesse se manejar de forma similar aos demais causaria certamente rejeição.

Em outras palavras, são cada vez menos, em proporção, aqueles que tomam a computação como um hobby e que estão dispostos de dedicar tempo e esforço.

Não faz muitos anos a situação era completamente distinta. Os PC eram máquinas rudimentares e seus usuários pessoas entusiastas, que encontravam fascinante esse novo campo que progredia tão rapidamente. Era relativamente normal que muitos desses usuários conhecessem pelo menos os rudimentos das linguagens de programação e fossem capazes de fazer programas simples a sua medida. Os dispositivos deviam se instalar manualmente e não de forma automática.

Hoje em dia o usuário tipo é uma pessoa que considera os computadores não como uma central da vida ou um hobby, e sim como uma ferramenta a mais a sua disposição na vida cotidiana.
Isto se produz, porque os computadores se expandiram muitíssimo nos últimos tempos.

Anteriormente as webs ou aplicações informáticas estavam destinadas a um público "profissional", no sentido que o perfil destas pessoas já seja por seu trabalho mesmo ou por seus estudos, deviam ter conhecimentos avançados ou o tempo necessário para se dedicar a aprender caso não compreendiam algo, já que isto logo era rentável em sua profissão.

A situação atual é diferente: já não tratamos com pessoas que têm uma motivação muito forte de aprender novos conceitos em matéria informática porque seus trabalhos requeiram, e sim pessoas de todo tipo de condições que têm pouco tempo e necessitam encontrar o que buscam na web no menor tempo e com o menor esforço possível.
Do que se deduz que a usabilidade é sumamente importante.

Poderíamos dizer que hoje em dia, os fanáticos da Internet são um número menor de usuários. Portanto, não podemos seguir com a idéia que os usuários aprenderão a utilizar novas ferramentas, e sim ao contrário, devemos pensar como eles pensam. Um usuário intermediário não tem tempo nem vontade para aprender conceitos novos: aprenderá o mínimo que seja necessário para satisfazer suas necessidades. Talvez deveríamos também aceitar que as últimas tecnologias, que a muitos de nós nos fascinam, a eles não fede nem cheira, se são simples de usar as aceitarão, caso contrário as rejeitarão; como nós faríamos se fossemos comprar um carro e nos falassem maravilhas deste, porém na hora de usá-lo não poderíamos usar todas suas vantagens sem estudar x horas diárias.

O mesmo acontece quando ensinamos, por citar um exemplo, a nossas mães algum novo adianto tecnológico, talvez uma web com todos os adereços que desenhamos; vemos como esta, ao não compreender em seguida o funcionamento da mesma, termina não só odiando nossa web, e se aborrecendo como também odiando o computador.

Por tudo que foi exposto é muito importante na hora de fazer um web site, manejar-se com profissionais que tenham conhecimentos sólidos com respeito aos usuários (pessoas capacitadas em saber o que sabem e que desconhecem os usuários para criar sites fáceis de navegar) e se deixar guiar por eles.

Na Internet, os usuários sempre têm a razão, portanto há que ter em conta que conforme a web vai se expandindo a todo povo, os conhecimentos sobre mecanismos de interação são reduzidos. Há que se colocar do lado do usuário, na cabeça do usuário intermediário e não do expert, para que nossos sites possam ser visitados e recomendados e não fechados e odiados.






Usuários :    login / registro

Manuais relacionados
Categorias relacionadas
O autor

Home | Sobre nós | Copyright | Anuncie | Entrar em contato